Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp
Publicidade

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Mesa da Alesp propõe reduzir em 30% salários de deputados e destinar recursos ao combate do Covid-19



Proposta será votada em regime de urgência na quinta e levada à plenário na próxima semana. Ideia é reduzir em até 20% salários de cargos comissionados e encaminhar R$ 320 milhões para o enfrentamento da pandemia.

A mesa diretora da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo apresentou nesta quarta-feira (22) uma proposta de resolução que propõe a redução em 30% do salário dos deputados para destinar os recursos para o estado combater o coronavírus.

A informação foi divulgada pelo presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB), durante coletiva à imprensa. A proposta foi defendida também pelo parlamentar Enio Tatto (PT), da oposição. Se todas as medidas forem aprovadas, a ideia é que a resolução entre em vigor em 1º de maio.

Conforme Macris, as medidas irão reduzir em 25% as despesas do orçamento da Alesp, com o corte de R$ 320 milhões, que serão destinados para ações de combate ao Covid-19. Dentre as medidas anunciadas pela Alesp estão ainda o corte de salário de cargos em comissão e também a diminuição, em 40%, dos contratos do poder Legislativo.

A ideia do presidente da Alesp é votar em regime de urgência na quinta-feira (23), às 14h, e levar ao plenário da Casa na próxima semana. Os parlamentares poderão fazer emendas ao projeto.

"Votado em regime de urgência no plenário virtual amanhã, a ideia é chamar para um congresso de comissões na semana que vem e levar ao plenário virtual com todos os deputados na semana que vem ainda", explicou Macris.

"Eu não ouvi nenhum deputado, nenhum líder, ser contra cortar na própria carne neste momento", disse Macris.
"Estamos tomando uma medida de envergadura para reduzir em 1/4 o orçamento da Alesp para ser empregado no combate ao Covid", salientou Macris.

Segundo o presidente da Alesp, se for necessário, o salário dos comissionados pode ser revisto posteriormente por propostas de parlamentares.

Veja as medidas anunciadas pela Alesp, que ainda serão votadas:
Redução em 30% do salário dos deputados estaduais
Redução em 30% das verbas de gabinete dos parlamentares
Economia de R$ 320 mihões
Redução de 20% do salário e benefícios dos cargos comissionados
Suspensão do pagamento da licença prêmio em dinheiro enquanto dure a calamidade
Doação de 70% do fundo especial de despesas do Legislativo para o combate à pandemia
Revisão e enxugamento de contratos do Legislativo, que chegam a até 40% dos contratos
Presidente da Alesp, Cauê Macris, anunciou medidas para direcionar valores ao estado — Foto: Reprodução

close button
Anuncie