Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Foragido da Justiça pratica atos libidinosos ao observar crianças, é denunciado pelos pais das vítimas e acaba preso pela Polícia Civil

Indivíduo possuía contra si um mandado de prisão preventiva expedido no Mato Grosso do Sul pelo crime de estupro de vulnerável. Captura foi em Presidente Bernardes.

Atualizado 10/07/2020 10:40  
                                                       

 Celular do indivíduo foi apreendido e deve contribuir em investigações — Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil capturou, nesta quinta-feira (9), em Presidente Bernardes, um homem de 53 anos que era foragido da Justiça. Ele tinha contra si um mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável. O indivíduo foi localizado após pais de crianças o denunciarem.

Conforme informou a Polícia Civil, os pais de quatro crianças residentes na zona rural de Presidente Bernardes procuraram a delegacia para informar que um vizinho, enquanto observava as crianças brincando, se satisfazia sexualmente com manipulação do próprio órgão genital. Em algumas ocasiões, inclusive, o indivíduo ficava nu. A situação teria ocorrido várias vezes, sendo o último episódio no último domingo (5), quando foram capturadas imagens de vídeo e foto.

Em pesquisas aos sistemas à disposição da Polícia Civil foi possível obter a qualificação do investigado. Se trata de um homem de 53 anos com documento de identidade expedido pelo Estado de São Paulo, com base no qual não consta nenhuma passagem criminal.

Diante da gravidade do caso denunciado, os investigadores aprofundaram as diligências e verificaram que o indivíduo possui outro documento de identidade, porém, expedido pelo estado do Mato Grosso do Sul. Neste momento, foi descoberto que o homem era foragido da Justiça e possuía em seu desfavor um mandado de prisão preventivo expedido pela comarca de Nova Andradina (MS) pelo crime de estupro de vulnerável.


Na sequência, em diligências, o foragido foi localizado e capturado.

O delegado responsável pelo caso, Daniel Viudes, explicou quanto aos delitos noticiados pelos familiares das crianças, o homem foi indiciado pela prática continuada de crimes sexuais contra vulneráveis e seu aparelho celular foi apreendido para continuidade dos trabalhos de Polícia Judiciária, com o objetivo de nova decretação de nova prisão provisória.

Veja mais notícias em Adamantina Noticias

Fonte G1
close button
Anuncie