Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp
Publicidade

domingo, 17 de janeiro de 2021

Presidente Jair Bolsonaro sanciona com veto programa Casa Verde e Amarela - Adamantina Notìcias

O programa beneficiará famílias com renda mensal de até R$7 mil na aquisição da casa própria

Atualizado 17/01/2021 às 10:48

Presidente Jair Bolsonaro sanciona com veto programa Casa Verde e Amarela  -  Adamantina Notìcias
FOTO - REPRODUÇÃO GOOGLE

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a medida provisória que institui o programa Casa Verde e Amarela, nova política habitacional do governo federal, lançada em agosto do ano passado para suceder o programa Minha Casa Minha Vida. O programa beneficiará famílias com renda mensal de até R$7 mil. Nas áreas rurais, a renda anual deve ser de até R$ 84 mil.

A meta do governo é atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda com financiamento habitacional de até 2024, um incremento de 350 mil residências em relação ao que se conseguiria atender com os parâmetros atuais. 

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, as regiões Norte e Nordeste serão contempladas com a redução nas taxas em até 0,5 ponto percentual para famílias com renda de até R$ 2 mil mensais e 0,25 ponto para quem ganha entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil. Nessas localidades, os juros poderão chegar a 4,25% ao ano e, nas demais regiões, a 4,5% ao ano. 

Segundo a Secretaria Geral da Presidência da República, Bolsonaro vetou um dos dispositivos incluídos pelos parlamentares na nova lei, que estendia ao programa Casa Verde e Amarela as regras do regime tributário aplicáveis às construtoras atualmente submetidas ao regramento do Minha Casa Minha Vida. "Esse regime tributário diferenciado prevê o recolhimento unificado de tributos equivalente a 4% da receita mensal auferida pelo contrato de construção". 

A lei sancionada com veto foi publicada  no Diário Oficial da União. 

close button
Anuncie