Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp
Publicidade

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

COVID EXPLODE NOVAMENTE COM 46 CASOS E 13 MORTES EM 24 HORAS

AGORA JAÚ TOTALIZA 286 ÓBITOS, SENDO 190 DELES SÓ NESTE COMEÇO DE ANO

Atualizado 22/02/2021 às 22:00

COVID EXPLODE NOVAMENTE COM 46 CASOS E 13 MORTES EM 24 HORAS

Boletim Epidemiológico atualizado no início da noite desta 2ª feira (22) voltou a assustar autoridades médicas, sanitárias e administrativas de Jaú. A semana foi aberta com mais 13 mortes causadas pela Covid-19 entre moradores da cidade e uma de paciente da região, encaminhado para tratamento em Jaú. Agora, a cidade totaliza 286 óbitos desde o começo da pandemia, em março do ano passado.

O dia transcorreu com muita divergência entre internautas nas redes sociais, sobre as tentativas do governo Ivan Cassaro de conseguir mais recursos para o combate à pandemia e vacinas suficientes para imunização em massa da população. Enquanto o prefeito Ivan esteve em SP com o filho do presidente da República, deputado federal Eduardo Bolsonaro, para reivindicar vacinas para Jaú, o vice Tuco Bauab viajou para Brasília, onde irá inclusive no consulado russo levar carta de intenção de compra direta de imunizantes para vacinar os jauenses.

O governo sabe que a situação de Jaú é grave nessa pandemia. Além da cepa original do coronavírus, já foi detectada na cidade a variante amazonense, bem mais agressiva, que propaga mais facilmente e agrava a situação clínica dos pacientes. Único hospital referência no atendimento de pacientes da Covid pelo SUS na região, a Santa Casa vive à beira do colapso de leitos – tanto clínicos como de UTI. Hoje de manhã, por exemplo, havia 107 internados, sendo que 10 estavam no Pronto Socorro à espera de leito na UTI.

O novo boletim da Saúde não assusta apenas pela alta exorbitante nos óbitos (13 em apenas 24 horas), mas pelos 422 casos suspeitos da doença, seis mortes sob investigação e mais 46 casos já confirmados da Covid – que totaliza atualmente 7.659. Números nada condizentes com uma cidade com apenas 151 mil habitantes. Principalmente quando as contas são feitas e revelam que foram 96 óbitos em nove meses de pandemia em 2020 e, nos 52 dias deste ano, mais 190.

Via@horaHnotícias

close button
Anuncie