Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp
Publicidade

terça-feira, 22 de junho de 2021

Em votação, maioria da Câmara rejeita indicação do prefeito à reitoria da UniFAI

Votação ocorreu nesta segunda-feira (21) em sessão da Câmara Municipal.

Atualizado

Por:Sigamais 22/06/2021 às 12:22

Em votação, maioria da Câmara rejeita indicação do prefeito à reitoria da UniFAI
Votação do referendo empatou em 4 x 4 e foi desempatada pelo presidente da Câmara, Paulo Cervelheira, em voto que rejeitou os nomes indicados pelo prefeito (Reprodução).

Em votação realizada na noite desta segunda-feira (21) pela Câmara Municipal de Adamantina, os vereadores rejeitaram a indicação do prefeito Márcio Cardim (DEM) à reitoria do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), com os nomes dos professores doutores Vagner Amado Belo de Oliveira para reitor e Albanir Gabriel Borrasca para vice-reitor.


A votação empatou. Os vereadores Hélio Santos (PL), Cid Santos (DEM), Riquinha do Bar (DEM) e Noriko Saito (PV) votaram pelo acolhimento à indicação do prefeito. Já os vereadores Aguinaldo Galvão (DEM), Rafael Pacheco (Podemos), Bigode da Capoeira (Podemos) e Alcio Ikeda (Podemos) votaram contra a indicação. No desempate, o presidente da Câmara, Paulo Cervelheira (PV), votou contrário  aos nomes, permitindo assim o placar de 5x4


Com esse resultado, a situação inédita na história da autarquia exige agora novos desdobramentos, às pressas, já que o atual mandato termina no dia 30 de junho, quarta-feira da semana que vem. Com a rejeição da primeira indicação do prefeito, o mesmo deverá fazer nova indicação ao legislativo, considerando os nomes que fazem parte da lista tríplice elaborada por meio de votação no Conselho Universitário, e novamente submeter os nomes à Câmara Municipal.


Os demais nomes da lista tríplice são dos professores doutores Alexandre Teixeira de Souza e Wendel Cleber Soares, que obtiveram a primeira colocação na votação realizada pelo Conselho Universitário – 12 votos – e  Marceli Moço Silva e Fábio Alexandre Guimarães Botteon, que foram indicados na votação da comunidade acadêmica para comporem o conjunto de três chapas eleitas.


Processo eleitoral polêmico


Os nomes para a reitoria da UniFAI - professores doutores Vagner Amado Belo de Oliveira para reitor e Albanir Gabriel Borrasca para vice-reitor  - foram indicados na última quarta-feira (16) pelo prefeito Márcio Cardim. A chapa ficou em segundo lugar, em votação no Conselho Universitário da instituição, com 6 votos. Já a chapa que encabeçou a votação no Conselho, e abre a lista tríplice, é formada pelos professores doutores Alexandre Teixeira de Souza e Wendel Cleber Soares.


Márcio Cardim foi diretor da mesma instituição de ensino e já vivenciou o rito de nomeação. Sua decisão em não indicar à reitoria a chapa que encabeçou a lista tríplice causou reações na cidade. Na quinta-feira (17) pela manhã, um dia após o anúncio, uma carreata organizada por estudantes da UniFAI percorreu as ruas da cidade, em protesto. Sem seguida, na sexta-feira, uma Carta Aberta aos vereadores foi publicada pelo Centro Acadêmico da instituição, com críticas à decisão do prefeito.


E na noite da votação, nesta segunda-feira, um ato público também movimentou as proximidades da Câmara Municipal. Um grupo de estudantes da UniFAI se concentrou na esquina da Praça Élio Micheloni. Os estudantes seguram as orientações pelo distanciamento social. Eles faziam barulho e gritavam palavras dirigidas aos vereadores.


Duas viaturas da Polícia Militar também estavam estacionadas em frente à Câmara.

close button
Anuncie