Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Operação conjunta cumpre mandados de prisão e apreende drogas em Mirante do Paranapanema

Ação conjunta das polícias Civil e Militar cumpriu mandados de busca e apreensão domiciliar, bem como registrou uma prisão em flagrante.

Atualizado 24/07/2020 às 11:29 


Operação conjunta cumpre mandados de prisão e apreende drogas em Mirante do Paranapanema

Droga e celulares foram apreendidos durante a operação — Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de Mirante do Paranapanema, junto à Polícia Militar, desencadeou nesta sexta-feira (24) a operação conjunta denominada “Alianza”, na qual foram cumpridos mandados de busca e apreensão domiciliar. A ação faz parte de uma investigação que apura crime de tráfico de drogas no município.

No total, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão domiciliares na área urbana de Mirante do Paranapanema e no distrito de Costa Machado.

Os trabalhos operacionais resultaram em uma prisão em flagrante por tráfico de drogas e lavratura de um termo circunstanciado por porte de drogas para consumo próprio. Também foram apreendidos aparelhos celulares de suspeitos para devidas análises e prosseguimento das investigações.


Operação conjunta cumpre mandados de prisão e apreende drogas em Mirante do Paranapanema

Droga e celulares foram apreendidos durante a operação — Foto: Polícia Civil

As investigações foram iniciadas após a apreensão de um tijolo de maconha no dia 10 de julho de 2020, oportunidade em que policiais militares receberam denúncias de que dois irmãos praticavam o comércio ilícito de entorpecentes e, para tanto, ocultariam as substâncias ilícitas em meio à pastagem existente nas proximidades da residência de um deles.

Com as informações, os militares foram até o local indicado e localizaram o entorpecente, que pesou 486 gramas, bem como uma balança de precisão e duas embalagens de filme plástico do tipo PVC, produtos estes que estavam ocultados em buraco, com galhos sobre a superfície. Naquela oportunidade, os suspeitos não foram localizados.

Em prosseguimento, a Polícia Civil aprofundou as investigações e identificou outros prováveis pontos de venda de drogas e supostos comparsas da dupla inicialmente denunciada, que foram objetos de diligências policiais nesta sexta-feira.

De acordo com o delegado João Paulo Tardin, que preside as investigações, os trabalhos foram exitosos e a troca de informações entre as polícias Civil e Militar é importante no enfrentamento e combate ao tráfico de drogas.

“Os trabalhos de inteligência desempenhados pelas Forças Públicas de segurança constituem passo crucial para o deslinde de boas investigações, resposta estatal adequada aos criminosos e consequente pacificação do meio social. A troca de informações entre Polícia Civil e Polícia Militar, especialmente no interior do estado, é ferramenta de suma importância para concretização do objetivo comum, qual seja, redução dos índices criminais e mais segurança à comunidade local”, afirmou o delegado.

Ainda conforme Tardim, “a grande maioria dos suspeitos sobre os quais recaíram as diligências policiais de hoje, ostenta histórico vinculado do tráfico de drogas”.

“Os irmãos e suspeitos inicialmente indicados são conhecidos dos meios policiais, sendo certo que um deles ostenta o expressivo número de 30 passagens policiais enquanto adolescente, com incidências em tráfico de drogas, roubos, furtos, receptação, dentre outros, sendo egresso recente da Fundação Casa”, ressaltou o delegado.

O preso foi encaminhado à Cadeia de Presidente Venceslau.

A ação contou com apoio de aproximadamente 24 policiais civis da região de Presidente Venceslau, 20 policiais militares e dois cães farejadores do Oitavo Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep).


Operação conjunta cumpre mandados de prisão e apreende drogas em Mirante do Paranapanema

Droga e celulares foram apreendidos durante a operação — Foto: Polícia Civil

Veja mais notícias em Adamantina Notícias
close button
Anuncie