Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Professora grávida de 8 meses, morre vítima da covid-19,

Camilla Graciano, de 31 anos, era professora de Língua Portuguesa e atuava na rede municipal de ensino. Amiga conta que ela estava prestes a realizar um grande sonho: 'Seria a primeira filha dela'.

Atualizado 25/08/2020 às 20:14

Professora grávida de 8 meses, morre vítima da covid-19,
Camila Graciano, de 31 anos, morreu com Covid-19, em Anápolis — Foto: Reprodução/Facebook
Uma mulher grávida de 8 meses morreu vítima da Covid-19, em Anápolis, a 55 Km de Goiânia. Camila Graciano, de 31 anos, era professora de Língua Portuguesa e atuava na rede municipal de ensino da cidade.

A morte foi confirmada no sábado (22), pela Santa Casa de Misericórdia da cidade. De acordo com a colega de trabalho Edna Eloi de Araújo, Camila estava internada há pouco mais de uma semana na unidade.

"A última vez que eu falei com ela, ela disse que tava com muita falta de ar, tava com a voz rouca e pediu para a gente se cuidar porque essa doença não é brincadeira. Foi tudo muito rápido. A ficha ainda não caiu", contou.
Em nota, à Santa Casa de Anápolis expressou pesar pela morte e disse que "tanto a paciente quanto seu bebê foram bem acolhidos e assistidos por toda a equipe médica" (leia a íntegra ao final do texto).

Edna conta ainda que assim que o estado de saúde de Camila se agravou, ela precisou passar por um parto induzido. Como nasceu prematura, a bebê está internada na unidade recebendo acompanhamento médico.

"A Camilla lutou muito pela Helena. Seria a primeira filha dela, a realização de um sonho. É muito triste tudo isso", disse.

Nas redes, amigos e familiares lamentaram a morte da professora. "Ainda sem acreditar que você se foi, tão nova, uma pessoa do coração enorme. Mesmo depois de tantos anos, nunca esqueceu seus alunos. Uma pena mesmo. Mas tenho certeza que Deus vai estar de braços abertos para te receber", escreveu.

Nota da Santa Casa:
A Santa Casa de Anápolis informa que, deu entrada em nossa emergência a paciente Camila Graciano, 31 anos e 32 semanas de Gestação, no dia 17/08/2020 por volta das 19:00h para consulta no pronto atendimento obstétrico em gestação de alto risco. Por volta das 21h, a paciente já estava internada na área de isolamento para Covid-19 da Santa Casa de Anápolis.

A Paciente com histórico hipertensão, diabetes e obesidade, apresentava dor torácica e desconforto respiratório há mais ou menos 8 dias, e buscou atendimento hospitalar devido piora clínica.

A paciente foi atendida prontamente por nossa equipe obstétrica, seguida posteriormente também pela equipe multiprofissional. Devido a estabilidade inicial do quadro, foi mantida internada na área de isolamento, monitorizada e acompanhada por foda equipe hospitalar

A paciente com 32 semanas de gestação, evoluiu com piora clínica, sendo indicado no momento vaga de terapia intensiva (UTI), e encaminhada então para o leito, onde foi preparado toda uma estrutura compatível, para realização de parto cesariana de urgência. Deu à luz a um bebê que permanece estável na Uti Neonatal. Com pesar, que diante da gravidade do quadro clínico, a Paciente Camila Graciano evoluiu ao óbito.

Em razão do sigilo médico, o hospital somente poderá oferecer maiores detalhes do óbito e boletim médico da bebê com a autorização dos familiares.

A Santa Casa de Anápolis garante que tanto a paciente quanto seu bebê foram bem acolhidos e assistidos por toda a equipe médica, sendo um hospital filantrópico e cristão, se solidariza com a família, e expressa o nosso pesar.


A Santa Casa de Anápolis preza sempre pelas verdades dos fatos, e estamos dispostos para esclarecimentos e renova a cada dia seu compromisso de oferecer à toda comunidade regional o melhor de si, empregando esforços e recursos para continuar a fazer da saúde da população a sua razão de existir.

Fonte:G1
Veja mais em Adamantina Notìcias
close button
Anuncie