Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Exclusivo: Delegacia da Mulher em Cascavel prende curandeiro estilo ‘João de Deus’

A Delegacia da Mulher de Cascavel prendeu na manhã desta quarta-feira (2) um homem que atuava como uma espécie de curandeiro e que desenvolvia práticas similares as do chamado médium João de Deus, no estado de Minas Gerais.

Atualizado 03/09/2020 às 09:52

Exclusivo: Delegacia da Mulher em Cascavel prende curandeiro estilo ‘João de Deus’
 Redação Foto: Divulgação


Informações preliminares indicam que o homem é suspeito de induzir seus 'fiéis’ ao cometimento de atos sexuais, sob a alegação de curas espirituais. Ele foi preso por cumprimento de mandado de prisão.

O suposto líder religioso que foi preso nesta manhã pela Delegacia da Mulher em Cascavel teria feito, até o momento, 3 vítimas, uma delas tem apenas 17 anos e as outras duas tem na faixa de 20 anos. Há a possibilidade de que mais casos venham a tona a partir da prisão do suspeito. Os atos teriam sido praticados sempre em rituais religiosos.
Foram as 3 supostas vítimas que relataram os casos à polícia, sempre utilizando como pano de fundo a fé para a prática dos atos. 
O inquérito segue em sigilo e por esse motivo não foram informados mais detalhes sobre o caso pela Polícia Civil, mas são 10 dias para que as investigações sejam concluídas. 
A primeira ocorrência foi relatada à polícia de ter ocorrido ainda no fim do ano passado. 
A pena prevista em lei por ato sexual mediante fraude pode ser de até 6 anos. Há agravantes como o caso de haver uma menor de idade.

A reportagem do Portal24 identificou que o local onde o suspeito de 43 anos atendia, é uma casa localizada no Bairro Santa Felicidade em Cascavel. Novas denúncias podem ser levadas à Delegacia da Mulher de Cascavel.
Em nota, a Polícia Civil de Cascavel informou que nesta manhã a Polícia Civil do Paraná, por intermédio da Delegacia da Mulher de Cascavel, e a Patrulha Maria da Penha prenderam um homem de 43 anos investigado por  violação sexual mediante fraude. 

“A investigação iniciou quando chegou ao conhecimento da Polícia que um chefe religioso, utilizando-se dessa condição, teria supostamente abusado de vítimas durante rituais”, afirma a nota.

“A Delegacia da Mulher segue realizando as investigações, resguardando-se o sigilo. O preso encontra-se custodiado na cadeia Pública de Cascavel à disposição da Justiça”, completou.

Via: Redação/Juliet Manfrin e Aílton Santos - Foto: Divulgação

Fonte:portal24
Veja mais em Adamantina Notìcias
close button
Anuncie