Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp
Publicidade

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Rapaz é preso por tentativa de homicídio no bairro João Domingos Netto, em Presidente Prudente

Suspeito, de 19 anos, foi detido em flagrante neste domingo (22) e permaneceu à disposição da Justiça.

Atualizado 23/11/2020 às  11:58

Rapaz é preso por tentativa de homicídio no bairro João Domingos Netto, em Presidente Prudente
Um revólver foi apreendido pela polícia  — Foto: Polícia Militar

Um rapaz, de 19 anos, foi preso neste domingo (22) por tentativa de homicídio, no Conjunto Habitacional João Domingos Netto, em Presidente Prudente.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a polícia foi acionada para atender a ocorrência, na qual a vítima alegou que uma pessoa estava armada em sua casa e havia tentado matá-la.

Quando chegou ao local, a polícia encontrou três pessoas.

Indagados, uma mulher, de 40 anos, contou à polícia que após voltar de um bar com seu esposo, de 35 anos, eles teriam discutido e ele teria a ameaçado de morte, alegando ainda que o marido estava armado e teria jogado o objeto no quintal.

Os policiais foram até a casa do casal e encontraram o revólver no quintal da residência. O objeto estava municiado com um cartucho picotado e foi apreendido.

Posteriormente, o homem relatou que quem estava armado era um rapaz, de 19 anos, e que teria puxado o gatilho da arma duas vezes em sua direção. Esse rapaz, de acordo com o homem, estaria com ele e sua esposa, na casa do casal.

O homem ainda falou à polícia que o rapaz havia seguido ele e sua esposa desde a saída dos dois do bar, até a casa deles, na garupa de uma moto. Durante uma discussão, já na casa do casal, e após saber que tinha feito curso de segurança, o rapaz teria apontado a arma em sua direção e puxado o gatilho, mas a arma não disparou.

Ainda conforme consta na ocorrência, o homem contou que teria corrido e pedido ajuda na guarita do loteamento onde mora e o vigia acionou a polícia.

De acordo com o boletim, já na Delegacia Participativa da Polícia Civil, onde as partes foram encaminhadas, a esposa do homem disse que em momento algum teria visto o marido armado e que ele não havia a ameaçado de morte, que apenas teria visto o correr da casa de sua vizinha e que o esposo teria dito a ela que havia jogado a arma em seu quintal, mas que ele não teria lhe dito o porque de ter falado tal fato e que realmente ela não disse a verdade no início do atendimento da ocorrência.

Após as declarações, os policiais retornaram a casa do homem, onde encontraram o rapaz, suspeito de tentativa de homicídio, e o prenderam.

Conforme a polícia, o rapaz teria ido na garupa de uma moto atrás do carro em que a vítima e a esposa estavam. O condutor da motocicleta não foi identificado.

Quanto as injúrias praticadas pelas esposa contra o marido, o homem informou à polícia que não era necessário dar continuidade a apuração.

Ao ser interrogado pela polícia, o suspeito confessou ter discutido com a vítima e ter sacado a arma e que depois teria jogado o objeto no quintal, mas negou ter puxado o gatilho por duas vezes.

A vítima foi ouvida e ratificou a versão dada aos militares.

A esposa da vítima confirmou oficialmente que seu marido não estava armado, não teria lhe ameaçado e que teria dito ao contrário aos policiais no início da ocorrência.

O rapaz foi preso em flagrante e permaneceu à disposição da Justiça.

O Boletim de Ocorrência foi registrado como tentativa de homicídio e injúria.

Fonte:G1

close button
Anuncie