Menu Right

Top Social Icons

Publicidade
Publicidade
18 9 99631 6205
WhatsApp
WhatsApp
Publicidade

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Funcionários do pedágio são agredidos por motorista; Concessionária levou o caso à polícia

Agressor deixou o local antes da chegada da Polícia. Caso será investigado.

ATUALIZADO

POR:SIGA MAIS 23/07/2021 ÀS 21:11

Funcionários do pedágio são agredidos por motorista; Concessionária levou o caso à polícia
Reprodução/Jornal Cidade Aberta/Osvaldo

Dois funcionários da praça de pedágio da Concessionária Eixo SP na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Parapuã, foram agredidos na tarde desta sexta-feira (23) por um motorista de um automóvel VW Gol que passava pela cabine de cobrança.


Segundo o site Mais Tupã!, teria ocorrido o pagamento da tarifa, porém instantes depois foi desencadeada a confusão, quando o usuário desceu do carro e passou a discutir com o funcionário da cabine, que acabou sendo atingido com um soco no rosto. Um outro funcionário tentou intervir e também foi agredido com um fio.


Ainda de acordo com o Mais Tupã!, o homem danificou a cabine de cobrança e uma mulher que estava com ele também teria sido agredida. Assista: 


Com a confusão a passagem de veículos pela cabine ficou prejudicado. A Concessionária acionou a Polícia Militar Rodoviária, mas o agressor fugiu antes da chegada da viatura.


Um dos funcionários foi socorrido pela unidade de resgate da própria Concessionária e levado ao pronto-socorro da Santa Casa de Tupã, com ferimentos nos braço e olhos.


Procurada pelo SIGA MAIS, a Concessionária se manifestou em nota (íntegra abaixo), onde lamentou o ocorrido, afirmou que os funcionários recebem treinamentos para não utilizar de qualquer ato violento e que presta assistência ao colaborador. Ainda de acordo coma nota, a empresa levou o caso à autoridade policial e prestará apoio para apurar as responsabilidades.


Veja a íntegra da nota da Concessionária:


“A Eixo SP está apurando o fato internamente e as razões motivadoras da injusta agressão ao seu colaborador e está prestando auxilio e suporte ao mesmo. Independentemente dos motivos que sejam apresentados pelos agressores, a Eixo SP não compactua com nenhuma forma de violência, realizando treinamentos e orientações aos colaboradores para que não se utilizem de qualquer ato violento, tanto que não houve qualquer ação violenta por parte do nosso colaborador. A Eixo SP já levou o fato à Autoridade Policial competente e prestará todos apoio necessário para apuração e responsabilização dos atores da injusta agressão praticada contra o colaborador, que está recebendo todo o suporte da Concessionária”.


close button
Anuncie